Doenças Psicossomáticas e Somatização

Doenças psicossomaticas e somatização

Muitas são as dúvidas sobre a diferença sobre a somatização e a doença psicossomática, e hoje vamos falar um pouco sobre elas.

Você sabe a diferença entre esses termos?

Caracteriza-se por somatização a Presença de sintomas físicos em um indivíduo, mas não há o diagnóstico de uma doença orgânica. A causa destes sintomas é emocional. Um exemplo muito comum são os sintomas físicos causados pela síndrome do pânico, quando o paciente apresenta sintomas que o levam a acreditar que está sofrendo um infarto, ou com um Acidente Vascular Encefálico- AVE, mas quando submetido a exame clínico, nada se apresenta.

 Já a doença psicossomática pode se caracterizar por uma presença de alterações clínicas detectáveis e comprovadas por avaliação e testagem clínica, geralmente através de exames laboratoriais, que podem resultar em reais alterações na saúde física do indivíduo, ou ainda apenas sintomas e nenhuma alteração orgânica na avaliação clínica e laboratorial do indivíduo. Trata-se então de sintomas físicos, que podem apresentar como principal desencadeador, as causas psicológicas.

Uma doença psicossomática pode ser causada por vivências de uma situações de forte estresse emocional, que não foram elaboradas e que podem fazer o corpo ter como resposta a essas situações, a doença.

O que importa na verdade, não são os fatos que ocorrem com o indivíduo, e sim a maneira e a forma com que o mesmo as interpreta e enfrenta as adversidades são quem ditam as reações individuais.

Podemos ter como exemplos:

Doenças de Pele – irritação, alergias, coceiras, vermelhidão.

Doenças de origens estomacais como– má digestão, enjôos, vômitos, gastrite nervosa, azia.

Doenças Intestinais como a diarréia.

De Garganta – Irritação, tosse, dificuldade para respirar, dor e inflamação.

Sistema imunológico – gripe, herpes, etc.

Cabeça – dores, enxaqueca, entre outros.

Como podemos tratar uma doença psicossomática?

É importante salientar que o tratamento eficaz para esse tipo de patologia se faz possível com equipe multidisciplinar, com médico psiquiatra, clínico geral, psicólogos, nutricionistas e conforme o caso, outros profissionais; e também de forma interdisciplinar, que significa que todos esses profissionais poderão formular de forma integrada o melhor plano de tratamento para esse paciente.

Se faz então necessário tratar os sintomas físicos, muitas vezes com intervenções medicamentosas, mas também é necessário tratar as causas emocionais que desencadearam a patologia, promovendo uma reabilitação gradativa do estado mental do paciente, de modo que ele possa não só ter a ausência dos sintomas mas também recuperar a autonomia sobre sua vida, prevenindo assim, a recorrência da patologia e suas causas. Nestes casos, a psicologia clínica é fundamental neste processo.

Um comentário em “Doenças Psicossomáticas e Somatização

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: